FANDOM


Inúmeros agentes físicos e compostos químicos ao nosso redor tem um potencial de causar danos ao nosso DNA ou em outros processos celulares e provocar câncer a longo prazo. É importante notar que a maioria destes agentes são carcinogênicos suspeitos, uma vez que são testados em roedores ou bactérias e não diretamente em humanos.

Agentes Editar

  • Compostos químicos:
    • Acrilamida (batata, cereais, mandioca, massas, arroz assados ou fritos, café e ameixa [1])
    • Aminas heterocíclicas (AHC) (carnes cozidas a alta temperatura)
    • Nitrosaminas (carnes cozidas a alta temperatura)
    • Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (HAP) (carnes grelhadas ou defumadas)
  • Vírus: Alguns vírus como o HPV e o da hepatite B.
  • Radiação eletromagnética: Ondas de alta frequência como ultra-violeta (incluindo a presente na luz solar), raios-x e raios gama.
  • Radioatividade: Diversos isótopos fracamente radioativos são encontrados no nosso ambiente, inclusive no nosso corpo e alimentos, mas em geral não oferecem risco a saúde (veja um quadro comparando a quantidade de radiação em diferentes fontes [1])

Contato com agentes Editar

Poluição atmosférica Editar

Alimentação Editar

Diversos alimentos, tanto naturais como industrializados, contêm compostos cancerígenos e anticancerígenos em pequenas quantidades. Estima-se que a ingestão de pesticidas naturais seja 10000 vezes maior do que a de pesticidas sintéticos [2] e podem ser encontrados em vegetais comuns como alho, cacau, cerejas, couve de bruxelas, couve-flor, lentilhas, pimenta, uvas entre outros e sua quantidade considerada perigosa é muito maior do que a normalmente consumida por humanos.

Apesar de alimentos conterem cancerígenos em pequenas quantidades, o maior fator alimentar para câncer é uma dieta altamente calórica, e nao a exposição a um agente químico particular.

Dietas altamente calóricas Editar

Alimentos naturais Editar

Café, ameixas e azeitonas pretas contém pequenas quantidades de acrilamida [1].

Cozinhar Editar

Aquecer carnes a temperaturas acima de 100ºC provoca a formação de aminas heterocíclicas (AHC) e nitrosaminas (especialmente frituras); consumidores de carne mal-passada tem menos de um terço do risco de câncer de estômago do que consumidores de carne bem-passada. Aquecer carnes no microondas antes de cozinhar diminui a quantidade de AHCs em 90% [3].

Grelhar e defumar carnes aumenta a quantidade de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos, também carcinogênico [3].

Assar e grelhar vegetais com amido (como batatas, cereais, arroz e mandioca) forma acrilamida, também um carcinogênico [3].

Água Editar

Drogas Editar

Incluindo tabaco e álcool.

Produtos domésticos Editar

Produtos tóxicos Editar

Incluindo gasolina e chumbo.

Radiação Editar

Trabalho noturno Editar

Trabalhar durante a noite inibe a liberação de melatonina, um hormônio induzido pelo escuro altamente antioxidante e que regula o sistema imune. Estudos mostram que mulheres que trabalham a noite tem um aumento no risco de câncer de mama [4]

Vírus Editar

Agentes anticarcinogênicos Editar

Nutrientes Editar

  • Vitaminas e flavonoides antioxidantes [5]
  • Selênio[5]
  • Hormônios melatonina e DHEA[5]

Drogas Editar

  • THC[5] (princípio ativo da Cannabis sativa)

Links Editar

Em inglês Editar

Referências Editar

  1. 1,0 1,1 Acrylamide - Wikipedia (em inglês)
  2. Ames BN. Profet M, Gold LS, Dietary pesticides (99.99% all natural). Proc. Natl. Acad. Sci., October 1990, 87: 7777-82.
  3. 3,0 3,1 3,2 http://en.wikipedia.org/wiki/Cooking#Cooking_and_carcinogens
  4. Carcinogen#Circadian disruption - wikipedia
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 Anticarcinogen - Wikipedia

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória